Seguidores

quarta-feira, 23 de junho de 2010

Slow Motion



Sem tanto ruído à minha volta
Tornei-me mais observadora

E fixei-me em detalhes

Coisinhas que (quase) ninguém vê
E que,talvez, (quase) não façam diferença

Podem ser dramáticos
Divertidos
Patéticos
Solenes
Importantes
Formais
Saborosos ou cheirosos

Ou até mesmo, coisa nenhuma...

Viajo na captação de seus próprios detalhes
Perdida em lugar nenhum
Com objetivo algum

Um sorriso, ou a falta dele
Uma estampa,uma flor 
Atitudes pequenas
Ou largas, perdidas no meio da dor

Coisas que mudam a vida
Ou não

E faço isso, enquanto espero
O dia em que esteja mais não

14 comentários:

Viiii disse...

aii.. também adoro me ater a essas pequenas coisas, que mesmo pequenas e que diversas vezes parecem insignificantes são lindas de se ver!

Blogat disse...

Lindas e significativas,e que tantas vezes passam desapercebidas...Fora a viagem que é a observação por ela mesma!
BJS!

Jorge Sader Filho disse...

Muito interessante, Maria Alice. Eu penso de forma bastante assemelhada.
Muito bem costurado o seu poema.

Carinho,
Jorge

Jorge disse...

Temos o hábito de ver mais as coisas negativas do nosso cotidiano. Uma boa maneira de mudar o foco nestes momentos é observar pequenas coisas à nossa volta. São detalhes que nos tiram energias negativas. E saber observar essas pequenas e significativas coisas é saber viver.

Um beijo, Alice e tenha um excelente fim de semana!!

Blogat disse...

Obrigada,Jorge,pelo "bem costurado".Vindo de vc,me faz bem feliz. Beijo carinhoso.

Blogat disse...

É tudo que tenho procurado na vida,Jorge querido!Saber viver!
Ótimo finde mesmo,pleno de programas infantis...Beijo grande.

Barbara disse...

MUITO ZEN.
Certeira e honesta.

Blogat disse...

Bom,né?

Jones G. Heiderich Filho disse...

Olá Maria Alice, bonito o poema ou poesia, seu site está rico em inspiração. coloquei na minha lista de indicados.

bjs

Blogat disse...

Olá,Jones.Obrigada!
Seu Blog é que está abafando!Todo transado, cheio de tecnologia!Já disse que um dia chego Lá...Bj

Caio Martins. disse...

Maria Alice, essas

"Coisinhas que (quase) ninguém vê
E que,talvez, (quase) não façam diferença"


é que realmente fazem a diferença. Uma baita pedra no caminho, ou a gente tira, ou volta. Mas caiu na areia, com seus milhares de grãozinhos, atola. Não vai pra frente nem pra trás.

Beijos para toda a galera animada. Eta povo bonito, menina!

Blogat disse...

É,Caio,detalhes...fascinantes!
Obrigada pelo carinho!Beijarei TODOS,são lindos mesmo.
Beijo grande para vc.
Até agosto,né?

Andrea disse...

Dificil é qdo a gente não consegue não ver os infimos detalhes.....que cansaço....socorro

Blogat disse...

Relaxa,Andréa,relaxa.Qdo menos se espera,ficamos assim!Bj