Seguidores

quarta-feira, 14 de setembro de 2011


Dentro de mim...silêncio

Aqui fora...murmúrios

...murmúrios

terça-feira, 9 de agosto de 2011

40 anos...outra vez


Filha número dois faz quarenta anos.
Hoje.
Mas foi ontem!
Foi ontem que vc chegou,num dia do pai, presente prá mãe (também)
Sem susto, sem pressa,sem mêdo.
Era a número dois.Já sabia como seria.
E seria/foi bom.Tem sido,será
Te amo, filha. O que você é, no que se desdobrou.
Seja/continue feliz!

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Sondagens

Não é sem dor
Nem sem dó
Que rasgo meu filó
De quando,
Aprendiz de mim
Fugia assim
Fingia assim

quarta-feira, 27 de julho de 2011


SÓ SINTO-ME SÓ,
QUANDO FICO SÓ

E SÓ

domingo, 17 de julho de 2011

terça-feira, 28 de junho de 2011

AFF !

As pessoas acham que são melhores,por alguma razão envolta num mistério insondável, do que outras.

Acham, também, que tem mais direito à felicidade do que aquelas.

Por que são mais ou menos alguma coisa que não consigo imaginar, ou mensurar,arrogam.

Paciência, respeito, tolerância nenhuma, com o diferente dele.Ainda mais o mais pseudo carente do que ele.Ou pseudo necessitado.

Se toca pessoal! Se enxerguem tb!

domingo, 26 de junho de 2011

Festa


Domingo de sol, Aterro cheio de vida, da cor, de alegria e de esperança.
A propósito dos bombeiros lá estavam também os professores, e ,mais, a confiança de que vale a pena se manifestar!
E ISSO É LINDO!!
Pessoas, nós, que não tínhamos mais motivação, há quanto tempo,caramba!
Na rua de novo!
E viva o novo, de novo!!!!

sexta-feira, 17 de junho de 2011

Só para mostrar

                                    1973- Princezinhas

sábado, 4 de junho de 2011

Nuvem


Lá estava

Em lugar nenhum
Misturada ao todo
Sem sabor algum


Nada
Era nada


Riam-se

De que?
Por que?
Para que?


Tudo era nada
Misturada

sexta-feira, 13 de maio de 2011

Treze de Maio

Olhos perplexos
Escorrem pela face molhada
Estarrecidos
De dor

Em volta
O mundo

Parido, retido
Sumido
Procura a semente
Pedaços de gente

Lugares
Solução
Remissão

Não conte!!
Não quero saber!

sexta-feira, 29 de abril de 2011

Voadora

                                                1989

Me aguarde mundo!

Vou voltar a voar!!!

quinta-feira, 14 de abril de 2011


Sob a sombra da amoreira
Eu escondo a minha dor

Sob a sombra da amoreira
Reencontro meu amor

Um dia lá sepultado
Perdido, em suave langor

Achado, no fundo do peito
Onde ficava o rancor

Aflora, perdido de si
Em meio aos restos da flor

quarta-feira, 30 de março de 2011

Cada um conduz para onde e como quer

'Um homem rico estava muito mal, agonizando. Pediu papel e caneta.

Escreveu assim:

'Deixo meus bens a minha irmã não a meu sobrinho jamais será paga a

conta do padeiro nada dou aos pobres. '

Morreu antes de fazer a pontuação. A quem deixava a fortuna? Eram

quatro concorrentes.


1) O sobrinho fez a seguinte pontuação:

Deixo meus bens à minha irmã? Não! A meu sobrinho. Jamais será paga a

conta do padeiro. Nada dou aos pobres.


2) A irmã chegou em seguida. Pontuou assim o escrito:

Deixo meus bens à minha irmã. Não a meu sobrinho. Jamais será paga a

conta do padeiro. Nada dou aos pobres.


3) O padeiro pediu cópia do original. Puxou a brasa pra sardinha dele:

Deixo meus bens à minha irmã? Não! A meu sobrinho? Jamais! Será paga a

conta do padeiro. Nada dou aos pobres.


4) Aí, chegaram os descamisados da cidade.. Um deles, sabido, fez esta

interpretação:

Deixo meus bens à minha irmã? Não! A meu sobrinho? Jamais! Será paga a

conta do padeiro? Nada! Dou aos pobres.


Moral da história:


"A vida pode ser interpretada e vivida de diversas maneiras.

Somos nós quem colocamos a pontuação. E isso faz toda a diferença..."

quarta-feira, 23 de março de 2011

Etérea


Não tenhas opiniões firmes nem creia demasiadamente no valor de tuas opiniões.

Sê tolerante porque não tens certeza de nada.

Não julgues ninguém, porque não vês os motivos e sim os atos.

Espera o melhor e prepara-te para o pior.

Não mates nem estragues porque não sabes o que é a vida, exceto que é um mistério.

Não queiras reformar nada, porque não sabes a que leis as coisas obedecem.

Faz por agir como os outros e pensar diferentemente deles.
(Fernando Pessoa)

Moral da história...relaxa e goza, ou...deixe de ser prepotente, ou...recolhe-te à tua insignificância, ou...viva e deixe viver, ou...

sexta-feira, 11 de março de 2011

  DESALENTO, CONCENTRAÇÃO  OU  DISTRAÇÃO?
  OU,  APENAS,  A TELEVISÃO...?

quinta-feira, 3 de março de 2011

E isso é o que foi...

Meu neto nº4 Miguel, filho do filho nº3,num momento feliz, confirmando a postagem anterior

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Ás vezes acontece...

SOU UM DOIDO QUE ESTRANHA SUA PRÓPRIA ALMA
Fernando Pessoa

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Transitoriedade


     Qualquer  coisa  que  eu faça

     Será importante.

     Mas, se não estiver lá para fazê-lo

     Alguém, certamente, o fará.

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Mais delicadeza




                                          Fotos de Edinar Corradine (Teresópolis)

Não é preciso explicar.As imagens mostram.
Esse grupo esteve no "Pedrão", em Teresópolis,para levar delicadeza e (um pouco) de alegria àquela gente flagelada.
Aquele menino,da primeira foto, ficou horas agarrado a isso; esperança, aconchego, acolhida.
Lá todos trabalham pelo concreto também; Abrigo, alimentação, agasalho, higiene, orientação.
Parabéns ao povo de Teresópolis e a todos os que se comovem e se mobilizam.
Cada um com o que tem, para dar.Humanidade.

domingo, 16 de janeiro de 2011

Delicadeza


Este, comendo arroz na mão de sua amiga,minha mãe,é o Jubileu.
Foi criado,solto, pelo porteiro do prédio ao lado,e hoje,visita os apartamentos ao redor que o recebem em festa.
Entra pelas janelas,traz a alegria consigo,interage,ganha mimos e se vai.Livre,leve,solto. 
Isto acontece em plena rua Paissandu,zona sul do Rio de Janeiro.
Definitivamente,gentileza gera gentileza...
E o amor e a delicadeza ainda valem a pena.

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Tragédia

Estes rapazes,tios da criança,andaram horas em meio à lama e destroços para resgaterem a menina de dois anos,isolada,com a família numa região sem acesso.A família veio depois retirada por helicóptero.Na ida,levaram água e mantimentos.Brava gente brasileira.

                               MUITA  TRISTEZA 

Teresópolis chora
Petrópolis chora
Nova Friburgo chora

Eu choro também
Hora de solidariedade

Eu choro também
Tempo de reconstrução

Eu choro também
Momento de reflexão

De responsabilidade
De civilidade

Queremos governo
O povo, já está
Não queremos mais chorar

Por tudo         

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Ascendência

Minha avó materna
Alice de Toledo Ribas Tibiriçá, nasceu dia 9 de janeiro de 1886, na cidade de Ouro Preto, estado de Minas Gerais mas viveu na cidade de São Paulo onde conheceu e se casou com João Tibiriçá Neto.
Alice foi uma das grandes atuantes das causas sociais no Brasil na primeira metade do século XX. Trabalhou muito nas causas femininas e dedicou grande parte de sua vida aos vários segmentos da medicina social brasileira.
Durante a década de 1920, organizou a Sociedade de Assistência aos Lázaros e Defesa contra a Lepra. Alice, tinha o dom da palavra falada e escrita, e era grande entusiasta das causas sociais. Alice conseguiu mobilizar o País na defesa dos menos favorecidos. Em sua campanha conseguiu mobilar médicos e a sociedade em geral e o atendimento médico passou a ser mais popular sendo também estendido aos familiares das vítimas. A partir de 1932, todo o Brasil já era beneficiado pelas ações de Alice e até mesmo o nome da doença fora mudado para hanseníase.
Por volta de 1940, Alice mudou-se para o Rio de Janeiro onde inaugurou o Instituto de Serviços Sociais.
Em 1944, viajou por vários estados brasileiros onde entrou em contato com diversas entidades que cuidavam do problema da tuberculose e fundou, então, a Federação das Associações de Combate à Tuberculose, uma entidade nacional. Com esse trabalho foi intensificada a vacinação BCG e foram instalados, em todo o País, dispensários com aparelhos de roentgenfotografia. Enquanto esse serviço era implantado, Alice foi mediadora entre o Serviço Nacional de Doenças Mentais e lutadores idealistas para a criação da Sociedade de Amparo aos Psicopatas.
Desde 1922, quando Bertha Lutz fundou a Federação Brasileira pelo Progresso, Alice se juntou à causa feminista e em 1931, participou como representante de São Paulo no II Congresso Internacional Feminista, promovido por aquela Federação. Contudo, somente em 1945, quando o movimento ganhou dimensão política, Alice assumiu completamente a causa.
No início do ano de 1947, Alice participou, como representante do Brasil, das discussões junto à Federação Democrática Internacional, Paris, França, em defesa dos direitos da mulher e proteção à infància.
Em 1949, foi criada no Brasil a Federação de Mulheres do Brasil, e Alice foi eleita, por unanimidade, para presidente.
Para conhecer melhor Alice Tibiriçá pode ser consultado M. Tibiriçá Miranda, Alice Tibiriçá: lutas e ideais, 1980.
Alice Tibiriçá morreu no Rio de Janeiro dia 8 de junho de 1950.


Meu avô paterno


Relíquias da Igreja Positivista do Brasil


Desenho Original da Bandeira do Brasil
Desenho original da Bandeira do Brasil; idealizada por ocasião da Proclamação da República por dois apóstolos positivistas: Miguel Lemos e Teixeira Mendes; pintada por Décio Vilares e apresentada por Benjamin Constant a Deodoro, que oficialmente a adotou pelo Decreto No. 04, de 19 de novembro de 1889.


DIA DA BANDEIRA -19 de NOVEMBRO
Neste dia é festejada em todas as escolas públicas nacionais a mais bela bandeira do mundo, com tudo o que ela significa para nós e nos inspira.
A idéia da criação da FESTA DA BANDEIRA é de MANOEL MIRANDA. A campanha para sua oficialização durou muitos meses e finalmente em 1908 foi decretada pelo governo.
MANOEL MIRANDA - Em sua lápide tumular se encontra a seguinte inscrição:"Republicano histórico e defensor extrênuo da República. Soldado de FLORIANO PEIXOTO.
CRIADOR DA FESTA DA BANDEIRA, MANOEL TAVARES DA COSTA MIRANDA, 1873 - 1935.
MANOEL MIRANDA era positivista e dele disse TASSO FRAGOSO: Caráter ilibado. Intransigente no cumprimento do dever. De honestidade modelar. Gastou a vida no serviço da PÁTRIA e da FAMÍLIA.
Nas escolas públicas brasileiras se omite deliberadamente tudo que se refere ao POSITIVISMO para que as novas gerações ignore os dias de glória do POSITIVISMO e tudo de bom que ele legou ao BRASIL e aos brasileiros. É a CORTINA DO SILÊNCIO.
HONRA E GLÓRIA a MANOEL MIRANDA.



Nunca os vi, trago-os em mim.
E os levo adiante.
Forever



.


sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

                               2011 SEJA BENVINDO!!!
              
                             

sábado, 1 de janeiro de 2011

E PAZ NA TERRA AOS HOMENS DE BOA VONTADE

                    ALELUIA
                                                                                                          Foto de  Bruno Gonzales