Seguidores

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Tempo




Ando aqui,vou acolá
Ouço daqui e de lá
Coisas que instigam e fascinam
Outras que nem entendo

Gente passa,prá nunca mais
Outros ficam,perenes
Há aqueles longe perto 
E outros,ao lado,lá longe

Mundão girando
Coisas se acabando
Tempo desmanchando
Retalhos espalhados

A criança pinta
Os homens debatem
Mulheres que criam
Futuro,humanidade

Muito ruído,confusão
Gritaria,pouco pão
Num minuto,outra vida
Outro tempo,sem ferida

E eu,
Passando.

6 comentários:

Barbara disse...

Todos nós...passando.
Que seja lembrete.
Mas, começar com o desenho de uma criança é sempre um alento de fio de ternura.
Obrigada.

Jeanne disse...

Gostei do desenho infantil e tom leve para temas tão profundos.
Lindo poema, gostei muito do teu blog.
Beijos

Blogat disse...

É,Jeanne,temos,e devemos dar leveza à vida,pois às vezes fica difícil,vc bem sabe...Obrigada pela visita e comentário.Bj

Blogat disse...

Passando,Bárbara,melhor assim...e melhor lembrarmos,sempre.Obrigada pelo carinho.

google.com/profiles/lrneves2117 disse...

Gostei muito.
Parabéns!

Blogat disse...

obrigada,Luísa.Também gosto muito do estilo de seu blog.Continue assim!