Seguidores

segunda-feira, 8 de março de 2010

Para ler esta tem que começar por aquela(ali embaixo)Incluindo comentários.

Podemos contar com nossa ancestralidade
Longínqua,e a recente
Que nos dá o norte
E a nossa Humanidade

Humanidade
Ausente ou corrompida
Nesses dias do Hoje
Duvidando do Amanhã

Naquilo que nos protege
E nos permite caminhar
Apesar

Confiar no Homem
Na Vida
E no que virá
(já dizia o poeta)


E deixar vir

"Vamos lá fazer o que será"

4 comentários:

Barbara disse...

Vir
Será
Ponte - nós somos ponte entre a ancestralidade e os que estão avante.
Um "chip" contendo a história dorme no inconsciente e dói - mas caminha.
Postagem muito diferente e interessante.
Dá panos prás mangas.

Blogat disse...

Que venham as mangas tb!!
Pegaremos o que já sabemos,criaremos em cima e mandaremos para os que virão.Acho bacana.

Andrea disse...

Conto,contei e contarei sempre com minha ancestralidade,bem como sabes que pode contar com sua hereditariedade always and forever.Vamos sempre la fazer o que sera,juntas!

Blogat disse...

Contar com a ancestralidade e confiar na descendência...é tudo!Bj Andréa!